Frete Grátis

Hygiaplasma Kld - Aparelho de Jato De Plasma

Cód. Item Marca:


R$ 7.590,50
à vista (5% desconto já calculado) no boleto bancário ou depósito.
  • Ver Parcelas
      Cartão de crédito:
      1x De R$ 7.990,00 sem juros Total: R$ 7.990,00
      2x De R$ 3.995,00 sem juros Total: R$ 7.990,00
      3x De R$ 2.663,33 sem juros Total: R$ 7.990,00
      4x De R$ 1.997,50 sem juros Total: R$ 7.990,00
      5x De R$ 1.598,00 sem juros Total: R$ 7.990,00
      6x De R$ 1.331,67 sem juros Total: R$ 7.990,00
      7x De R$ 1.141,43 sem juros Total: R$ 7.990,00
      8x De R$ 998,75 sem juros Total: R$ 7.990,00
      9x De R$ 887,78 sem juros Total: R$ 7.990,00
      10x De R$ 799,00 sem juros Total: R$ 7.990,00
      Para financiamento com juros de 0% a.m.

Informações do produto


Hygiaplasma Kld - Aparelho de Jato De Plasma


Hygiaplasma da KLD é um aparelho de Jato de Plasma de alta tecnologia, ideal para revolucionar seus tratamentos. Conta, também, com um software de fácil programação para total praticidade ao profissional durante o atendimento. Acompanha uma caneta aplicadora e quatro opções de ponteiras, sendo três delas destinadas à técnica de fulguração e uma ponteira para a técnica de contato. Todas as ponteiras possuem acoplamento perfeito para a região a ser tratada, garantindo resultados eficientes e duradouros.

 

O Hygiaplasma da KLD utiliza o princípio físico da descarga de faísca denominada "Plasma", gerada por corrente contínua. O plasma é o quarto estado da matéria em que as moléculas estão na forma ionizada como da energia despendida. A descarga de plasma é criada pela alta tensão entre a ponta do dispositivo e a pele. Conta com registro ANVISA.

 

 

DIFERENCIAIS E BENEFÍCIOS

- Conta com modo quatro modos de operação: Contínuo, One Shot, Pulsado e Plasmaporação.

- Acompanha quatro ponteiras e uma caneta aplicadora

- Design inovador

- Aparelho registrado na ANVISA

- Oferece segurança para o paciente e para o profissional durante o uso

- Software de fácil programação

- Fácil transporte

- Resultados mais duradouros

- Possibilidade de aumentar o faturamento do seu consultório, sala estética ou clínica.

 

 

PONTEIRAS

Hygiaplasma conta com quatro opções de ponteiras, sendo três ponteiras destinadas à fulguração e uma ponteira para a técnica de contato.

 

Ponteira Suporte Agulha: Destina se a utilização para a fulguração com agulhas descartáveis de eletrolifting. Por ser a agulha a ponteira de menor diâmetro, promove uma concentração maior de energia. Recomendamos a utilização da agulha Galvânica Facial Lautz 0,20mm x 3 mm, com comprimento de 1,3 cm.
Ponteira Cônica: Também utilizada para fazer a fulguração, mas gera uma concentração de energia levemente menor do que a agulha.
Ponteira Reta: Possui o maior diâmetro entre as ponteiras de fulguração, por este motivo a concentração de energia é menor, porém gera uma agressão de maior diâmetro.
Ponteira Esférica: Destina se a utilização da técnica de aplicação de contato.

Atenção: com o passar do tempo de uso as ponteiras sofrem desgaste e devem ser substituídas.

 

 

ASSOCIAÇÕES TERAPÊUTICAS

As principais associações realizadas ao tratamento de plasma são a aplicação de LED/ Laser de baixa intensidade e o uso de cosméticos. Ambos podem ser associados tanto na técnica de aplicação de contato como na fulguração, tomando cuidado neste caso em relação ao uso de cosméticos próprios para a associação com plasma e o período em que devem ser utilizados (muitos devem ter seu uso iniciado apenas 72 horas após a fulguração).

 

 

MECANISMO DE AÇÃO

O plasma é o quarto estado da matéria, de acordo com a física. O termo foi descrito pela primeira vez por Irving Langmuir, em 1928, porque o gás ionizado lembrou o plasma do sangue. Resumidamente, o plasma é um gás composto por átomos que aparece naturalmente no meio (sol, estrelas, aurora boreal) ou pode ser produzido artificialmente. Os átomos presentes no gás, quando submetidos a uma energia, se desprendem e geram íons. De acordo com Heinlin e colaboradores (2011), as primeiras aplicações do plasma eram para destruir, remover ou cauterizar um tecido, mas hoje está sendo muito utilizado para reestruturar os tecidos.

 

O Hygiaplasma funciona através da Lei de Paschen, que diz que alguns materiais isolantes podem ser ionizados, é o caso do ar, ou seja, o ar pode ser condutor elétrico. A corrente elétrica emitida através do Hygiaplasma produz uma alta tensão controlada e faz com que o ar, entre a ponteira e a pele do paciente, seja ionizado e gere o plasma.

 

O plasma possui efeito bactericida ou bacteriostático porque promove a liberação de gás ozônio e óxido nítrico. Ele também melhora, temporariamente, o efeito de permeabilidade de princípios ativos pelo estrato córneo da epiderme por quebrar a ligação entre os queratinócitos (células que compõem a epiderme). Outro efeito que o plasma gera na pele é a regeneração tecidual e cicatrização porque estimula a produção de fatores de crescimento e proliferação dos queratinócitos (Heinlin et al, 2011; Weltmann et al, 2009).

 

A FDA (food and drug administration) aprovou o uso do plasma para tratamento de rugas faciais, lesões superficiais de pele, ceratoses actínicas, ceratoses seborreicas e verrugas em 2005. O plasma gera dano térmico controlado. Esse dano é responsável por: produzir colágeno; reduzir a elastose; melhorar a aparência da pele fotoenvelhecida; realizar neocolagênese e neoelastogênese (Heinlin, et al., 2011, Foster, Moy e Fincher, 2008, Kilmer et al, 2006). O Dano térmico ocorre em duas regiões distintas: a zona de dano térmico (ZDT) em que se restringe à epiderme e as células sofrem dano pelo calor; e a zona de modificação térmica (ZMT), onde as células não sofrem dano mas são modificadas termicamente. Na ZMT ocorre regeneração tecidual através do aumento da atividade dos fibroblastos (Kilmer, et al., 2006).

 

O jato de plasma é não-ablativo, ou seja, não danifica a epiderme, então promove uma recuperação rápida. Para proteger a epiderme, o jato promove a formação de uma crosta que permanece de 4 a 5 dias sobre o tecido.

 

 

TÉCNICAS DE APLICAÇÃO

 

Fulguração

Consiste na entrega direta à pele da energia térmica proveniente do plasma, produzindo um dano térmico controlado. Pode ser realizada através da técnica pontual ou de varredura, dependendo da indicação de tratamento.

 

- Pontual: são realizados pontos de fulguração mantendo uma distância de cerca de cinco mm entre eles. Permite a distribuição dos pontos de fulguração em áreas de maior extensão e a pele sadia mantida entre os pontos facilita a recuperação/ regeneração do tecido. É indicada para flacidez de pálpebra (Blefaroplastia), rugas e linhas de expressão, flacidez do lóbulo da orelha e cicatrizes de acne.

 

- Varredura: consiste em realizar a fulguração de maneira ininterrupta movimentando a ponteira sobre a área de tratamento. Deve ser aplicada com cautela, pois gera uma agressão maior ao tecido e de menor controle. A movimentação da ponteira deve respeitar sempre o mesmo distanciamento da pele e velocidade de movimentação, para que haja maior uniformidade da aplicação. É indicada para lesões bem localizadas, como na remoção de ceratoses, papilomas, remoção de pigmentos exógenos (micropigmentações e tatuagens) e xantelasmas.

 

Sugestões de pontos para a fulguração 

Pálpebra

Inferior

Linhas de expressão

na área frontal

Sulco

nasogeniano

Para elevar o ângulo

da sobrancelha

Para melhorar o ângulo

do lábio superior

 

Curetagem

Em alguns tratamentos pode se realizar a curetagem após a fulguração para remover o tecido que foi “sublimado”. A curetagem deve ser realizada com gaze ou algodão embebidos em solução antisséptica sem álcool, de forma firme, mas sem pressão excessiva para não causar lesão no tecido pelo atrito (a agressão deve ser apenas a realizada pelo uso do plasma).

 

 

Aplicação de Contato

Indicada para rejuvenescimento, estrias, para aumentar a permeação de princípios ativos, acne ativa e pode ser usada também antes da aplicação de fulguração como uma forma de preparar a pele. Consiste na aplicação em contato direto com a pele, deslizando com leve pressão a ponteira de maior diâmetro, provocando apenas um discreto aumento de temperatura do tecido com consequente estímulo à proliferação de células endoteliais, liberação de fatores de crescimento, proliferação de queratinócitos, aumento da permeabilidade da pele, liberação de ozônio e óxido nítrico, tendo ação bactericida e de melhora da microcirculação.

 

 

MODOS DE OPERAÇÃO

 

Contínuo: indicado para realizara técnica de fulguração pontual.

Neste modo a duração de cada ponto de fulguração depende do profissional.

Pulsado: indicado para a técnica de fulguração por varredura.

As opções de frequência de pulso são: 10Hz, 5Hz, 2,5Hz, 1,7Hz, 1,2 Hz, 1Hz e 0,8Hz.

Quanto maior a frequência usada menor é a duração do pulso, portanto a agressão é maior nas menores frequências.

Recomendamos a utilização das frequências de 10 e 5 Hz.

One Shot: indicado para a técnica de fulguração pontual, porém cada ponto terá a duração selecionada no Shot.

As opções são: 0,1s/ 0,2s/ 0,3s/ 0,4s/ 0,5s e 0,6s.

Quanto maior for o tempo de duração do Shot maior será a agressão.

Plasmaporação: indicado para a técnica de contato.
    

 

  

SUGESTÕES DE PROTOLOS

 

Estrias

- Técnica de contato.

- Intervalo: uma vez por semana.

- Associar cosméticos para o estímulo da produção de colágeno.

 

Acne Ativa

- Técnica de contato.

- Intervalo: uma vez por semana.

- Associar cosméticos para o controle da inflamação e oleosidade.

 

Remoção de ceratoses ou papilomas

- Fulguração varredura: modo pulsado 10 Hz.

- Realizar a curetagem durante a aplicação.

- Normalmente uma sessão é suficiente para a remoção de uma Ceratose ou papiloma, mas caso seja necessário mais de uma aplicação o intervalo deve ser de 30 a 45 dias.

 

Remoção de xantelasmas

- Fulguração varredura: modo pulsado 10 Hz.

- Realizar a curetagem durante a aplicação.

- Normalmente uma sessão é suficiente para a remoção de um xantelasma, mas caso seja necessário mais de uma aplicação o intervalo deve ser de 30 a 45 dias.

 

Remoção de pigmentos exógenos

- Fulguração varredura: modo pulsado 5 Hz.

- Não realizar a curetagem.

- Intervalo entre as sessões: 30 a 45 dias.

 

Hiperpigmentações (melanoses solares e efélides)

- Fulguração varredura: modo pulsado 10 Hz.

- Pode ser realizada a curetagem.

- Normalmente uma sessão é suficiente para a remoção de uma hiperpigmentação, mas caso seja necessário mais de uma aplicação o intervalo deve ser de 30 a 45 dias.

 

Rejuvenescimento e cicatriz de acne

 

Protocolo 1: Técnica de contato

- Intervalo: 1 vez por semana.

- Associar cosméticos para estimular a produção de colágeno.

- Pode ser usado para preparar a pele antes de usar a técnica de fulguração ou entre as sessões de fulguração.

 

Protocolo 2: Fulguração pontual: One Shot ou contínuo.

- Intervalo entre as sessões: 30 a 45 dias.

- Associar cosméticos inicialmente para controlar a inflamação e posteriormente estimular o reparo tecidual e produção de colágeno.

- Recomendamos realizar a fulguração ao redor da linha de expressão o

Avaliações dos Clientes


Dúvidas dos clientes


Está com dúvida sobre este produto? Veja se ela já foi esclarecida com a pergunta de outros clientes.

  Ainda com dúvida? Pergunte!
  • Nenhuma Pergunta